desabafo: anônimos do cotidiano OU política de pão e hipster

ok, você está lá desenvolvendo um post para o blog quando, suddenly, um wild hipster aparece no seu twitter; bem, a reação padrão a qualquer coisa relacionada aos hipsters é ignorar, e portanto é o que você faz…

mas daí você vai entrar no youtube e – adivinhe? o mesmo hipster está lá de novo!

ok: é hora de ver quem é esse hispter e entender (ou não) o porquê desse fuzuê todo em cima dele…

1) hipster – o início:

5c6e243921f02f0a88dfb59801dadfc2c86769df-768x432

pois bem, todo o bafafá começou quando o cunha (aquele mesmo) recebeu ordem de prisão e precisou ser conduzido por um policial federal no percurso até a carceragem: foi então que surgiu a primeira foto do tal policial;

lucas valença é o nome dele e, acreditem, ele é mais um policial federal como todos os outros cujo diferencial é… a aparência: avaliado como um hipster lvl 15, lucas usa uma barba longa e o cabelo amarrado no estilo daqueles coques de samurai (o que confirma o post anterior sobre os hipsters), fato que logo  lhe concedeu a alcunha de “hipster da federal”;

(em tempo, segue uma observação: confesso que quando li o título de uma notícia parecida com “conheça o hipster da federal”, pensei comigo “mas que redundância!”)

pois bem, o então recém batizado hipster da federal surgiu assim – com uma foto em trabalho que deixou uma legião de fãs implorando para receber um mandado de busca e apreensão no vãozinho das pernas…

2) hipster – o legado

depois do furor, lá estava o policial na capa de todos os jornais, programas de tv e em uma enxurrada de posts de todos os tipos – afinal, todos queriam um pedaço do tal hipster da federal;

5398394_x216
até a fátima marcou um encontro com o rapaz…

tá, vá lá, o cara é bonitão… mas é só isso, gente! gente bonita existe em todos os lugares e em todos os tipos de emprego – e, acreditem, o número de casos semelhantes aqui no brasil de “celebridades-instantâneas-que-só-vieram-ao-conhecimento-do-público-porque-são-bonitas” é ridiculamente expressivo!

24756e8e142333653419349204_700wa_0
viram só? basta você ser bonito e… POFFF! pronto!

vamos relembrar alguns casos huehuebr: o segurança do metrô “gato”, coveiro “magia”, e até o glorioso mendigo “gato”! isso só para citar alguns dos mais famosos, porque a lista vai longe…

o que quero dizer: a beleza não escolhe profissão nem classe econômica, simples assim;

o que irrita é quando a mídia e as redes sociais tentam empurrar goela abaixo todo um conceito por detrás de um rosto bonito, algo como “sommelier, pianista nas horas vagas e leitor de sartre: conheça o gari galã do vale do jequitinhonha”… tipo, sério mesmo que só porque a pessoa é gari ou, sei lá, cabeleireira (e fuck off, estou usando os estereótipos só para exemplificar), ela não pode fazer algo “diferente” do que supostamente lhe cabe?

pombas: diga lá, leitor, se isso não é a mais pura ignorância do mundo? é óbvio que por detrás de toda pessoa existe um background – seja para explicar os gostos pessoais da pessoa, os talentos dela ou qualquer outra qualidade;

e é o enfoque nessas atividades “normais” do cotidiano (como predileção por um tipo de vinho, gosto para a moda ou mesmo a preferência por um estilo musical), como se fossem particularidades extraordinárias ou mesmo “exclusivas”, que tornam os anônimos do cotidiano em estrelas imediatas da mídia: assim, o policial lucas, que estudou para passar num concurso como qualquer outro policial, simplesmente passou a ser um policial “premium” só porque é um fucking hispter “bonitão”!

e o restante da corporação – não merece os elogios e os aplausos?

a tempo: acho o trabalho do policial lucas importante? sim – assim como o de todos os outros policiais federais anônimos;

portanto, caríssimos leitores do blog, caso vocês conheçam pessoas que ficam endeusando anônimos e que passam a acompanhar suas histórias de vida como se elas fossem novos mandelas ou stephen hawkings, façam um serviço de utilidade pública e recomendem a leitura deste post a elas;

anigif
agora imagina que louco se a galera descobrisse que se ele cortar o cabelo e a barba ele vira uma pessoa normal!

tenho fé de que um dia as pessoas ficarão de saco cheio desse tipo de notícia e passarão a boicotar esse tipo de conteúdo na rede…

… espera, mas não é aqui que estamos na iminência de mais um bbb?

oh céus, com este pensamento lúgubre me despeço de vocês para ingerir a minha dose diária de cafeína…

inmfc


nota aos leitores: reconheço que houve uma pequena lacuna entre a presente postagem e a última – devida, principalmente, aos afazeres da uma vida normal como todas as outras;

mas nem por um só minuto achem que eu deixei de acompanhar essa gloriosa internet, oh não…

ininio
estou sempre observando essa zoeira toda … de onde vocês menos imaginam!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s